logótipo ContraNatura
EVENTOS
festa bronca - ena pá 2000 reveiilon 2011-2012 feira erosporto reveillon 2010-2011 salão erótico de Lisboa Salão Erótico Lisboa 2012
18 de Fevereiro 2012 - Porto / 20 de Fevereiro 2012 - Lisboa
Festa Bronca


Dias 18 e 20 de fevereiro, a Invicta e a Cidade das Alfaces recebem os ENA PÁ 2000, a única banda mítrica que produz música em prêtoguês de Portugal há mais de 2000 ânus. A tropa fandanga de LELLO MINSQUE – uma lêndea viva do pop-ró – vem celebrar a bronquice do CARNAVAL na companhia de um punheto – aliás: um punhado – de convidados do outro mundo: Além das sensuais valquírias CINDY e VICKY, destacam-se TIM, GIMBA, RUI REININHO, RUI PREGAL DA CUNHA, PHIL MENDRIX, VITOR GOMES e ainda a curvilínea MISS LASSIE, com o seu número de strip-tusa já condenado pela Asae, Fifa, Apdm, Tap, Troika, e Pingo Doce (pede-se a atenção ao público mais suscetível, pois vai ser uma noite “com bolinha”, ou melhor, um fartote erotico-etílico-pisco-bélico!).

Nestas duas noites – broncas por natureza – O “ÁLBUM BRONCO”, dos ENA PÁ 2000 (Os fabulosos 69) entra em cena com superlativo estardalhaço e orgias de lançamento a condizer, prosseguindo uma jornada gloriosa e declaradamente evangélica rumo à purificação das almas, espalhando - mais uma vez - a fé no escremento, a confissão pelo arroto, e a penitência através do vómito. Este novo repertório «muito inteligente, estúpido, abjeto, elegante, atrasado mental, infantil, adulto, grosseiro e maravilhoso», não só contém muitos “shakes” para dançar, mas também bonitos e deliciosos “slows” para namorar.

A "BRONCA NA DISCOTECA" irá avançar pela noite dentro na companhia de dois ícones do moderno giradisquismo euro-asiático (especializados em música bronca) – Gimba e Rui Pregal da Cunha – galardoados com o CD de cristal no mundialmente conhecido concurso “Bebidorm 69”.

Por isso, faça as malas, largue a família, o emprego, a mulher do melhor amigo, meta a austeridade no lixo e rume ao Porto e a Lisboa para assistir à festa mais bronquica da tugalândia! Um boa ocasião para apreciar de perto - à distância de uma “lagosta” (vulgo, escarro) - estes autênticos Teddy Boys do séc XXI, e conferir que (ÁLBUM) BRONCO mais BRONCO não há!

Álbuns há muitos… Mas BRONCO como este, nem em Paris! *BRONCO: adj: Grosseiro, rude, tosco, áspero, obtuso, estúpido, ignorante, tapado, parvo.


Apoio da ContraNatura - a loja mais sexy de Lisboa.
Sorteio de cabazes cheios de erotismo.